domingo, 22 de abril de 2018

Olhar ao Horizonte.

A vida nos reserva surpresas, por vezes achamos que nos deparamos com um grande monstro e ao invés de enfrentá-lo, simplesmente resolvemos fugir, com isso, ficamos por um longo tempo inertes até conseguirmos novamente nos restabelecer. Sim, pois o fato de fugir fez com que você saísse da sua zona de conforto para lhe deixar no marasmo.
Depois de um longo tempo então no marasmo, você acha novamente que se encontrou e o que acontece? Você se depara com outro monstro, porém, um monstro pior que aquele primeiro o qual você resolveu fugir e não enfrentar. Pois bem e a vontade novamente é de simplesmente fugir.
Mas você pensa no marasmo que ficou então o que você decide fazer? Suportar o monstro o máximo que puder enquanto procura uma outra caverna para fazer morada. E enquanto isso, você vai se estressando eu sei, porém, se sente seguro cedendo aos caprichos do monstro.
Conseguiu entender? Vou explicar.
Digamos que você esta em um emprego e se depara com alguém superior (monstro) à você e ao invés de tentar lidar com essa pessoa, enfrentá-la ou saber levar, você simplesmente decidi fugir.
E o marasmo, ah o marasmo seria o fantasma do desemprego, o período que você passa à mercê de uma busca incessante por algo que não aparece.
Aparece e você se sente no paraíso e se depara novamente com alguém superior à você (outro monstro) novamente, e pior, aquela outra pessoa ainda era inteligente, em que pese todos os defeitos que ela tivesse ou ainda tem, agora, a nova pessoa que você tem de saber lidar e conviver, é burra, não sabe praticamente absolutamente nada, mas mesmo assim, você precisa saber lidar desta vez e conviver o máximo que conseguir enquanto busca outra caverna/trabalho, pois ficar no marasmo/desemprego não é legal, definitivamente não é legal.
E talvez tenhamos de enxergar o horizonte, abrir o coração, mentalizar coisas boas e agradecer o máximo que puder e fazer assim com que o universo conspire ao nosso favor, não olhar mais os erros cometidos no passado para não repeti-los, mas sim apenas para frente, ao horizonte que culmina e enche os nossos olhos, apenas o horizonte, apenas e tão somente.

domingo, 4 de março de 2018

Arrependimento.

Hoje a tarde, em pleno domingo, recebi uma mensagem em meu celular, através do aplicativo WhatsApp, a mensagem dizia que tinham me ligado e que eu não atendi e muito menos retornei e indagando qual horário poderia me ligar na segunda-feira. Na hora eu fiquei irritado, mas depois eu pensei, quem é o culpado disso? A pessoa que não tem noção e incomoda em pleno domingo ou eu que passei meu celular particular? Obviamente a resposta veio na cara.
Ora, vivemos em mundo aonde as pessoas não tem a mínima noção, simplesmente não pensam antes de agir, agem por impulso.
E mais, já tinha respondido um dos e-mails enviados por esta pessoa na sexta-feira, dizendo que acusava recebimento dos e-mails dele e que entraria em contato na segunda. A pessoa não leu e sequer esperou e no domingo, já estava enchendo o saco. E nem venham me dizer que poderia ser urgente pois não é, definitivamente não é.
Então bateu aquele arrependimento de por qual motivo eu passei meu celular? Fazemos isso por educação, porém, confesso difícil lidar com esse tipo de situação. Assim como é difícil lidar com pessoas que não dão valor para seus atos, as quais não percebem o que você deixa de fazer por elas e depois você acaba ouvindo coisas que te magoam.
A vida, não sei se apenas a minha, tem mais arrependimentos do que outras coisas, porém, estes arrependimentos me forçam a tomar atitudes, eles sempre vem acompanhados de uma mudança de atitude para que não volte a cometer novamente o mesmo erro e me arrependa novamente.
A vida é assim, um complexo vai e vem de arrependimento e lições que nos levam a aprender a viver.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Carnaval.

Brincar o carnaval nos bloquinhos não te faz menos advogado e nem te deixará mais burro. Ficar em casa descansando e colocando algumas coisas em ordem não lhe deixará mais intelectual e com fama de careta. Seja na rua ou seja em casa descansando ou no ócio o importante é se sentir bem.
Ser feliz é o que importa. Dane-se o que as pessoas irão pensar e precisamos nos importar menos, pois a vida passa muito rápido para nos preocuparmos tanto com o que irão dizer sobre nossos atos e condutas.
Se não fazemos mal a ninguém e estamos em busca de sermos felizes conosco mesmo, não há mal nenhum. Precisamos parar de tantos julgamentos, tantas avaliações errôneas sobre pessoas que apenas conhecemos nas mídias sociais. Todos possuem um motivo, uma razão para agirem daquela ou de outra maneira.
O lema é continuar a brincar de vida, além do carnaval, e como se brinca desse jogo chamado vida, simples, cada um cuida da sua, simples assim.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

2018

Acredito que dentre tantas coisas que podemos esperar de 2018, a principal, seria o RESPEITO. Vejo ultimamente a falta de respeito das pessoas, principalmente com o próximo, as pessoas simplesmente se esquecem que ninguém é igual a ninguém, cada um tem a sua singularidade e pensa de forma diferente.
Somos únicos, não somos iguais no modo de pensar e principalmente de agir. Por vezes, nos sentimos feridos pelas palavras e escritos vindo do próximo e imediatamente já vem aquela vontade de fazer aquele textão e rebater, quando na verdade, em minha modesta opinião, deveríamos simplesmente ignorar.
Se rebatermos, irá virar um debate sem fim, como vemos acontecer com o Presidente mais poderoso do mundo e o pequeno Norte Coreano, os quais travam uma verdadeira batalha de palavras um com o outro, quando na verdade, por deterem tanto poder, deveriam simplesmente dar o exemplo.
A vida é dura, estamos aqui para aprender, e nos esquecemos de que no aprendizado, não há o que se rebater, você ouve, abstrai o ensinamento e segue em frente.
Podemos até não concordar com determinadas coisas na vida, porém, é tão simples mas tão simples e as pessoas se esquecem disso, por exemplo, se você não gosta de determinada música não ouça, mude de estação, se não gosta de uma determinada programação ou canal de televisão, não o assista, se não gosta de determinada pessoa, evite-a, mas não perca o respeito, pois a partir do momento que você sai, principalmente nas mídias sociais desferindo críticas árduas contra aquilo que você não gosta, esta sim faltando com o respeito e ferindo a escolha do próximo.
Ninguém é obrigado a nada, temos o livre arbítrio, você escolhe entre o bem e o mal, entre o que considera bom e ruim, mas não precisa atacar o gosto do próximo.
Talvez se existisse mais respeito, estaríamos em uma condição melhor que a atual. Vemos pessoas desferindo palavras duras e árduas à outras que sequer conhecem, a julgam por uma simples piada compartilhada em um grupo de WhatsApp, sem sequer conhece-la, sem saber sequer se a pessoa compartilhou erroneamente, já a agridem, desferem palavras duras contra ela, mas se esquecem que fazendo isso, estão simplesmente perdendo a razão e o principal, não estão usando de prudência e tolerância. Bastava por exemplo, dizer que se tratava de piada de mal gosto e que não gostou, simples assim.
Parece que a cada dia as pessoas se tornam inflamadas por muito pouco, passam a julgar, maltratar e desferir injúrias. Acho que se aquela cena da Maria Madalena fosse hoje, com certeza alguém atiraria uma pedra, pura hipocrisia, claro, mas tenho certeza que sim, pois a pessoa se acha tão senhora da razão que não enxerga seus próprios desatinos.
Assim, acredito eu e espero que em 2018, possamos ter mais RESPEITO, pois com isso, poderemos chegar mais longe, pois o respeito esta ao lado da tolerância e principalmente do amor e mais ainda, do Direito. Respeito, apenas RESPEITO!

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Assim como a Fênix.

Resultado de imagem para ave fenix
Quando comecei a escrever essa matéria me lembrei da Ave Fênix, a qual renasce das cinzas, não que eu tenha chegado a virar cinzas, mas metaforicamente posso dizer que cheguei perto.
Um breve resumo se faz aqui necessário, ao sair de um grande escritório o qual gosto muito, e por medo de ficar desempregado, aceitei uma proposta de emprego em Porto Alegre e fui então do Interior de SP para lá e talvez precipitado, não sei, errei, pois gastei mais do que devia e decidi depois de alguns meses voltar.

Sempre fui ligado à família, sempre fui de poucos amigos, mas tenho zelo pelos poucos que tenho e, claro, aqueles que realmente confio, senti uma grande falta deles. Voltei e foi uma aventura, pois na volta estava inclusive com a CNH vencida e nem tinha me dado conta disso, fui parado pela Polícia Federal e com o carro cheio de coisas e dois cachorros, não podia dali sair, foi quando as coisas começaram a mudar e graças à Seguradora, gentilmente entenderam minha situação e voltei então guinchado para casa praticamente. 
Desempregado, sem dinheiro, com a CNH vencida, nome sujo, dívidas e mais dívidas, a única coisa que pensava era arrumar um novo emprego, e, para não surtar, aceitei fazer diligências e audiências como correspondente jurídico ganhando valores irrisórios, mas que me mantiveram por um tempo, o básico do básico, claro, e as contas viraram uma grande bola de neve e quase perdi inclusive o carro, se não fosse pela ajuda da minha mãe e amiga, teria realmente o perdido.
Pois bem, depois de praticamente um ano no sufoco, consegui um emprego em São Paulo Capital e lá fui eu, morando no Interior, fiquei na casa de um outro querido amigo durante a semana e na sexta voltava para minha casa. Nesse período, quando consegui o emprego, também comecei a namorar e talvez isso tenha me fortalecido de uma certa forma para não fazer com que eu simplesmente desistisse de tudo.
Seguiu-se alguns meses dessa loucura de Interior - São Paulo, trabalhando em um escritório no qual não era nenhum pouco valorizado, fiscalizavam até o horário que fazia de almoço, chegando ao absurdo de ser chamado a atenção por ter chego quinze minutos depois do horário. Fiscalizavam até as peças mais simples que eu fazia e então me senti um lixo, totalmente desvalorizado e claro, resolvi largar aquilo para lá e voltei de vez para o Interior para o então serviço de correspondente jurídico o qual dava aquela amenizada no sufoco que passava.
A busca incessante por um novo emprego, me fez sair pedindo indicações para quem fosse que surgisse na minha frente, até que uma colega advogada me indicou para um escritório aqui de Itu, e então, passados umas semanas do envio do currículo, lá fui eu para mais uma entrevista, e para minha alegria, sai da entrevista já contratado e comecei no dia seguinte.
Pela primeira vez em mais de dez anos de profissão tive a minha própria sala e me senti valorizado, pois acreditaram e confiaram em meu trabalho, dando o devido valor ao mesmo.
Ainda não ganho como naqueloutro escritório que estava antes de ir para Porto Alegre, mas tenho sossego, respeito e valorização. 
Logo após o emprego, fui chamado no Fórum para dar início a um Projeto que estava parado, meu Projeto de Adoção. E eu pensei, meu Deus, logo agora que eu acabei de arrumar um emprego, mas vamos lá ver no que isso vai dar. E lá fui eu, e quando dei por mim, me vi pai.
Então, posso dizer que o ano de 2017 foi o ano em que eu renasci, foi o ano que eu comecei sem nada, e veio o namorado, o emprego e o filho e hoje eu me vejo, como diz minha irmã, o "pai dos gatos", pois acreditem, até gatos que eu até certo tempo atrás não gostava, hoje tenho um casal e os amo. 
Assim como a Fênix que renasce das cinzas, eu renasci para seguir adiante e crescer novamente, coloquei o trem de volta aos trilhos e agora estou arrumando a bagunça que ficou com a queda dele, mas com um diferencial que me dá forças para continuar, agora eu tenho uma família, a minha família. E apenas uma palavra me vem à mente, GRATIDÃO. 
Resultado de imagem para gratidão

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Black Friday ou Black Fraude?

Talvez no mês de novembro se ouça falar mais da Black Friday do que em dezembro no Papai Noel, porém, o segundo soa mais verdadeiro no Brasil. Você sabe o que é a Black Friday? Vamos lá, trata-se de uma campanha de vendas a qual obviamente não foi criada em nosso País, mas sim nos EUA e lá acontece sempre na última sexta-feira do mês. Essa campanha traz descontos, ou deveria os trazer de até 80% em produtos de todas as categorias. E qual o intuito dessa campanha? Agradar os consumidores? Também, mas o principal objetivo é o de inflar as vendas e fazer com que os consumidores antecipem as compras de Natal, e além da economia, estes não precisam deixar tudo para a última hora. Como aqui nada se cria e tudo se copia, iniciamos a Black Friday em 2010 e ganhamos fama lá fora, mas não por imitar os americanos, mas sim por ser chamada a nossa campanha de "Black Fraude", isso mesmo, fraude, pois muitas lojas por exemplo, pegam um valor já praticado e colocam neste dia como se fosse uma oferta. Exemplo: um televisor que já custa R$2.300,00, colocam na Black Friday co
m uma placa imensa: "De R$4.000,00 por R$2.300,00, porém, esse televisor já custa este preço, então trata-se de uma fraude e não uma oferta, e, acreditem, muitos consumidores caem. As principais reclamações existentes no ano passado foram a lentidão dos sites, o erro ao clicar no carrinho de compras e a famosa maquiagem de preços, como o exemplo que citei acima. Outrossim, com a moeda americana em alta, acho difícil que produtos importados recebam altos descontos e certamente os varejistas precisam estar preparados para lucrar menos ou realmente fazer valer a Black Friday e alavancar as vendas. Outro golpe aplicado aqui no Brasil são os famosos fraudadores, os quais se passam por lojistas falsos, bem como aqueles que tentam invadir sites oficiais, então é sempre bom tomar cuidado e se certificar-se de que realmente o site acessado é aquele da loja e se o cadeado verdinho que aparece lá em cima está fechado, se não estiver ou se não existir, tome cuidado. Tome cuidado também com os sites e para ajudar segue aqui a lista das lojas com mais reclamações na Black Friday do ano passado: Americanas.com; submarino; Saraiva; Shoptime; Kabum; Netshoes; Extra.com.br; Magazine Luíza, Walmart e Nescafe Dolce Gusto (Fonte: Reclame Aqui). Black Friday 2016 encerrou no Brasil com várias queixas no Reclame Aqui (Divulgação/Reclame Aqui). Tome cuidado com promoções falsas, metade do dobro, vendas casadas e ofertas que na verdade não existem, deixe a pressa de lado e pesquise, às vezes vale mais a pena. E se mesmo assim você tiver problemas este ano, use os canais de reclamação, tais como o Procon de sua Cidade e o Reclame Aqui ou até mesmo este advogado que vos escreve, o qual pode dar um descontão Black Friday nos honorários.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Dia dos Advogados.

O mês de agosto é considerado o mês dos advogados e no dia 11 do corrente se comemora o dia do advogado.
Após a independência do Brasil, mais especificadamente em 1.824, o País ganhou a suas próprias leis, quando foi redigida a primeira Constituição Brasileira, sendo que no dia 11 de agosto de 1827 o Imperador criou o primeiro curso de Direito no País.
O advogado é um profissional que presta assistência jurídica, defendendo os interesses de seus clientes diante da justiça, é a ação de pleitear em juízo.
Acredite se quiser, nós advogados temos dois dias em comemoração ao nosso trabalho, o dia 19 de maio, dia do padroeiro dos profissionais do Direito, Santo Ivo, o qual foi estudante de direito, já aos 14 anos de idade, na cidade de Paris, e depois em Orleans, tendo como preferência o direito civil e canônico, atuado nessas áreas em defesa dos pobres que não tinham condições de financiar as despesas judiciais.
E temos também o dia 11 de agosto, devido à criação do primeiro curso de direito do Brasil, por D. Pedro I, tendo sido implantada a Faculdade de Direito de São Paulo, inaugurada em primeiro de março de 1828.
No dia 11 de agosto ficou estabelecido ainda o famoso “dia da pendura”, onde estudantes de direito e advogados já formados brincam pelos restaurantes das cidades, pendurando as contas do consumo que fizeram ali. As despesas ficam por conta dos donos dos restaurantes, uma vez que a brincadeira foi por eles instituída, ainda no início do século XX, para comemorar a criação das faculdades de direito.
O trabalho como advogado requer muito estudo, paciência e dedicação, pois a profissão envolve todo o conjunto de normas jurídicas vigentes no País, criadas com o objetivo de solucionar conflitos da sociedade.
As leis aparecem divididas em várias áreas como: civil, penal, trabalhista, constitucional, administrativo, tributário, internacional, ambiental, digital, público e privado, de propriedade intelectual e de arbitragem internacional.
Para atuar como advogado há a necessidade de ser aprovado em uma faculdade e após praticamente cinco anos de estudos, concluir o curso de direito, e ainda para exercer a profissão, prestar o exame da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, o que demanda para alguns, uns anos de estudos a mais.
O bacharel em Direito, pode também, seguir a carreira jurídica, na qual o indivíduo atuará como funcionário público, através de concursos públicos, exercendo a profissão, por exemplo, de delegado, juiz, promotor, procurador, dentre outras.
Visite a página Vida de Advogado no Facebook, assim como os demais canais nas mídias sociais, principalmente o canal do Youtube, desenvolvido por este colunista desde 2013, aonde compartilha de maneira por vezes engraçada a sua Vida de Advogado.

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCKnQ20zvU3XNc_8kdJqjMug
Site: www.vidadeadvogado.com.br